MEC confirma curso de Medicina


Após vistoria de secretário do MEC, o curso teve sua implantação liberada à cidade.

O secretário de regulação e supervisão da Educação Superior do Ministério da Educação, Henrique Sartori de Almeida Prado, publicou na última terça-feira (20), o resultado da vistoria técnica realizada no início do mês de fevereiro, na Rede Básica de Saúde, Pronto-Socorro e Hospital Municipal de Ji-Paraná.

O município recebeu avaliação satisfatória em todos os quesitos avaliados e, com isso, é um dos 19 municípios brasileiros com autorização aprovada para implantação do Curso de Graduação em Medicina por Instituição de Educação Superior.

Os técnicos avaliaram além da estrutura física, equipamentos, número de leitos, equipe profissional, número de médicos contratados, funcionamento do Programa de Saúde da Família, instalações do Pronto-Socorro e o funcionamento do Programa Nacional de Melhoria ao Acesso e da Qualidade na Atenção Básica (Pmaq). Nesta avaliação dez municípios dos estados do Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Sergipe e Amazonas tiveram o pedido negado para a implantação do curso superior.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Renato Fuverki, a prefeitura de Ji-Paraná, conseguiu habilitar o município em todas as exigências, disponibilizando o Hospital Municipal com mais de 80 leitos cadastrados no SUS, que poderão ser utilizados pelo curso de medicina a ser implantado e disponibilizados para os acadêmicos.

“A Secretaria Municipal de Saúde conseguiu aumentar o número de equipes multiprofissionais de atenção domiciliar (Emad) e, além disso, o município possui leitos de urgência e emergência e pronto-socorro habilitados e aprovados; implantou Programa de Residência Médica para diversas especialidades e tem todo o seu funcionamento dentro das normas do Ministério da Saúde”, explicou Fuverki.

De acordo com o vice-prefeito Marcito Pinto (PDT), que acompanhou o trabalho técnico e disponibilizou todo suporte administrativo para a realização da vistoria, Ji-Paraná foi o único de Rondônia a ser habilitado pelas exigências do Governo Federal. “A vinda do curso de medicina será um grande avanço para o município. A saúde pública passará a contar com vários profissionais sendo treinados e ajudando nos procedimentos hospitalares, além de contribuir para a melhora nos atendimentos e na qualidade da saúde do município”, enalteceu.

O prefeito de Ji-Paraná, Jesualdo Pires (PSB), ressaltou o investimento feito na Rede Básica de Saúde que contribuiu à aprovação do Ministério da Educação. “Hoje temos uma rede fortalecida com mais de 50 médicos atendendo em várias especialidades e 29 equipes do Programa Saúde da Família (PSF). Isso é o resultado de um planejamento feito em 2013. São vários investimentos e tudo isso nos capacita para dar suporte à chegada deste curso para nossa cidade”.

Por Assessoria


EDIÇÃO DE HOJE Nº 118

5c39b923-e1ce-4dea-b7ef-e2e1ee12cdac.jpg
56422362_2285627121709462_41902581880518
d1e1841c-2d85-458a-bd16-3f434b913cc6.jpg
                                                     Notícia Em Destaque                                                     
CONVENIO UNIMED.png
ARTE ANUNCIO.jpg