Tecnologia favorece o produtor rural


Sebrae mobiliza a classe produtora com a oferta de cursos e palestras em todo o Estado.

Por Jaylson Vasconcelos
DIÁRIO DA AMAZÔNIA

Em parceria a Emater e a Embrapa, o Sebrae Rondônia realiza a mobilização nos municípios, atuando na troca de conteúdo para a melhoria de empreendedores do campo. Segundo o diretor Técnico Samuel Almeida, são realizados seminários que abordam temas inerentes à rotina dos produtores, destacando logística, cadeia produtiva e empreendedorismo nos principais setores vocacionais do Estado: leite, café, piscicultura, agroindústrias e horticultura. São setores que sustentam mais de 90 mil produtores da agricultura familiar.

Em tempos de crise, Rondônia é o Estado que mais cresce agronomicamente no País. Carne, milho, soja e arroz são os produtos que tem alavancado o PIB do estado, segundo o diretor Samuel Almeida. “Com base em uma pesquisa, o Sebrae tem buscado conhecer melhor o produtor rural, atuando não apenas no sentido de oferecer soluções de qualquer jeito, mas de acordo com o seu perfil. O perfil de idade média do produtor está entre 30 e 69 anos, muitos dos quais sem instrução formal. Por conta disso, precisam de políticas públicas para a educação. As ações do Sebrae estão pautadas dentro deste conjunto de conhecimento do produtor, e a gente quer conhecê-lo melhor, identificar seu perfil e atuar de forma completa na sua formação”, comenta o diretor.

Para Samuel Almeida, é necessário aprimorar e dar melhores condições para que o Sebrae ofereça assistência aos produtores, tendo em vista que os recursos em todas as instituições estão caindo. “O produtor precisa ter uma infraestrutura de assistência mais efetiva, que preste o serviço mais de perto. Já estamos juntando esforços para a melhoria dos serviços com o Governo do Estado, objetivando oferecer melhorias para o maior número de produtores. Uma das propostas é que, junto com a Embrapa, possamos construir uma unidade referencial para que possamos levar atendimento para mais perto dos produtores. Lá eles verão como funciona uma unidade produtiva e poderão reproduzir à sua volta”, disse o diretor. Em apoio ao produtor rural, o Sebrae oferece uma gama de serviços dentre os quais consultoria gerencial, consultoria técnica de produção, palestras técnicas e gerenciais, preparação do produtor para financiamento, fortalecimento da assistência técnica rural e o Sebraetec, onde são oferecidas as consultorias subsidiando em até 70% a melhoria na gestão da propriedade. O agronegócio tem vivido uma época de mudanças e com as transformações tecnológicas o pequeno produtor tem se modernizado. Pesquisa feita pelo Sebrae em todo o País mostra que 71% dos donos de microempresas rurais e 85% dos proprietários de empresas de pequeno porte no campo usam smartphones para acessar a web. Além das oficinas difundidas pelo Sebrae para controle do dinheiro no campo, o Sebrae também comemora a evolução do padrão e comunicação com tecnologia da informação dos profissionais.

Pesquisa aponta a evolução

Com as novas tecnologias, os produtores têm mudado a forma de gerenciamento dos seus negócios, seja fazendo transações comerciais ou para divulgação da mercadoria, mas o uso da internet é restrito, em grande parte por conta da dificuldade no acesso ou má qualidade da conexão. Na pesquisa o Sebrae ouviu 4.467 produtores rurais, nas 27 unidades da federação e detectou que em Rondônia 45% dos produtores já fizeram alguma compra pela Internet, 11,1 % já usaram a Web para efetuar vendas e 15,3% dos empreendimentos rurais possuem página na Internet ou perfil nas Redes Sociais.


EDIÇÃO DE HOJE Nº 118

5c39b923-e1ce-4dea-b7ef-e2e1ee12cdac.jpg
anigif.gif
CONVENIO UNIMED.png
CONVENIO UNIMED.png
ARTE ANUNCIO.jpg
                                                     Notícia Em Destaque