Polícia prende servidora suspeita de cobrar propina na Ciretran de Vilhena, RO

Investigações foram iniciadas há alguns meses para apurar possível corrupção após diversas denúncias de usuários. Suspeita foi presa preventivamente.


Uma servidora da Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) foi presa preventivamente suspeita de cobrar propina para facilitar alguns serviços em Vilhena (RO), no Cone Sul do estado. Nesta terça-feira (24), a Polícia Civil também cumpriu mandado de busca e apreensão no órgão.

Segundo o delegado regional Fábio Campos, as investigações foram iniciadas há alguns meses para apurar possível corrupção após diversas denúncias de usuários informando sobre a cobrança de propina. "Não há nada sistêmico relacionada com a Ciretran, pelo contrário. A própria corregedoria do órgão colaborou [nas investigações], já vem atuando e tomou algumas providências de oitivas e processos administrativos. Mas como houve indicações de reiteração de conduta, pedi a prisão para que fossem estancadas essas denúncias. Não foi uma denúncia, e sim várias sobre pedidos de propina da servidora para liberar principalmente veículos e protelar multas", conta Fábio. A funcionária presa trabalhava como comissionada e chefe do setor de infrações e penalidades, de acordo com o delegado. O nome dela não foi divulgado.

Por Maelly Nunes, Rede Amazônica

EDIÇÃO DE HOJE Nº 118

5c39b923-e1ce-4dea-b7ef-e2e1ee12cdac.jpg
anigif.gif
serra dourada.gif
CONVENIO UNIMED.png
ARTE ANUNCIO.jpg
                                                     Notícia Em Destaque