HERA: Polícia Civil realiza operação para prender agressores de mulher na quarentena

Somente em Porto Velho (RO) são 34 mandados para serem cumpridos e 120 policiais civis participam da operação


Na manhã desta quinta-feira (25) Polícia Civil deflagrou a Operação “Hera” contra a violência doméstica durante a quarentena e tem objetivo de cumprir 54 mandados de prisão preventiva em diversos municípios do estado de Rondônia.

Somente em Porto Velho (RO) são 34 mandados para serem cumpridos e 120 policiais civis participam da operação.

Cerca de 120 policiais civis cumprem as ordens judiciais simultaneamente em Porto Velho, Cacoal, Espigão D´Oeste, Guajará-Mirim, Ji-Paraná, Ouro-Preto, Rolim de Moura, Nova Brasilândia, Vilhena, Colorado e Cerejeiras. Sendo 30 mandados na capital e 24 no interior.

As investigações são coordenadas pela Delegacia Especializada em Atendimento a Mulher – DEAM, Delegacia de Polícia Interestadual – Polinter e Departamento de Polícia do Interior – DPI e visa capturar foragidos da justiça acusados de crimes sexuais e violência contra a mulher.

A observância de estrita necessidade tornou a ação indispensável mesmo em pandemia. E obrigou os policiais a adotarem “cuidados excepcionais” na prevenção contra o Covid 19, como álcool em gel e uso de máscaras, atendendo as orientações da Organização Mundial de Saúde objetivando não colocar em risco os policiais e conduzidos.

O nome da operação Hera faz alusão a deusa grega protetora do casamento, da vida e da mulher que governava Olimpo ao lado do seu marido o Zeus; Uma vez que a permanência em casa imposta pela pandemia, aliado ao uso do álcool e outras drogas, potencializaram os riscos de crimes contra a mulher que precisa de uma proteção divina.

(Assessoria)

                                                     Notícia Em Destaque                                                     

EDIÇÃO DE HOJE Nº 118

121192447_2812561702348776_7365130888151
56422362_2285627121709462_41902581880518
ARTE ANUNCIO.jpg
CONVENIO UNIMED.png
ARTE ANUNCIO.jpg