Em 24 horas, duas mulheres são assassinadas

Crimes foram registrados no sábado (25) nas cidades de Presidente Dutra e Palmeirândia, no interior do estado.

Em 24 horas, duas mulheres foram assassinadas a golpes de faca no Maranhão. Uma das vítimas foi morta pelo companheiro e a outra pelo ex-companheiro. Os crimes foram registrados no sábado (25) nos municípios de Presidente Dutra e Palmeirândia, no interior do estado.

Morta na frente das filhas Um homem foi preso na madrugada desse sábado (25) após assassinar a golpes de faca a companheira identificada como Talia Elias, no município de Presidente Dutra, a 347 km de São Luís. De acordo com a Polícia Militar, as duas filhas do casal presenciaram a morte da mãe. A PM foi acionada e chegou ao local após uma denúncia. Na residência, foram encontradas uma faca e panos manchados com sangue. O suspeito foi preso e encaminhado para a delegacia de Presidente Dutra. Em depoimento, o suspeito que estava alcoolizado, afirmou que a companheira teria cometido suicídio.

Suspeito de feminicídio em Presidente Dutra (MA) tentou limpar evidências do crime. — Foto: Divulgação/Polícia Militar As duas crianças foram acompanhadas por equipes do Conselho Tutelar. Ao serem questionadas sobre o que havia acontecido, uma das meninas afirmou que ouviu o pai falando que iria matar a mãe, e em seguida, ela viu a vítima caída no chão. Na residência onde o suspeito vivia com a vítima, a polícia também apreendeu uma espingarda com cerca de 95 cartuchos. O suspeito foi autuado por feminicídio e fraude processual, por ter alterado a cena do crime. Ele teve a prisão preventiva decretada e foi encaminhado para o Sistema Penitenciário do Maranhão. As investigações serão realizadas pela Polícia Civil do Maranhão (PC-MA). Feminicídio foi registrado em Presidente Dutra (MA) — Foto: Divulgação/Polícia Militar Morta com os filhos pelo ex-companheiro Adeilson de Jesus Martins Barros, de 30 anos, assassinou a golpes de faca a ex-mulher identificada como Nayze Martins Chagas, de 21 anos e seus filhos de dois e quatro anos. O crime bárbaro foi registrado no povoado de Vila Nova, localizado no município de Palmeirândia, a 66 km de São Luís. Após o crime, Adeilson de Jesus levou os corpos da ex-mulher e dos filhos para dentro da residência, incendiou o local e ele fugiu. O suspeito foi morto logo em seguida durante um confronto com policiais.

Por G1 MA— São Luís, MA

                                                     Notícia Em Destaque                                                     

EDIÇÃO DE HOJE Nº 118

121192447_2812561702348776_7365130888151
56422362_2285627121709462_41902581880518
ARTE ANUNCIO.jpg
CONVENIO UNIMED.png
ARTE ANUNCIO.jpg