Deputado Lazinho da Fetagro pede prioridade na vacinação para toda população


“Nossa maior preocupação tem que ser com a vacinação do nosso povo”. Com esta convicção o deputado estadual Lazinho da Fetagro defendeu, durante a Sessão ordinária da Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (23), uma maior reflexão sobre a possibilidade de haver compra de vacina pelo Estado e municípios para acelerar a imunização de toda população contra a Covid 19. “Quero pedir ao nosso governo do estado, secretário de saúde, deputados que reflitam sobre a necessidade prioritária da gente utilizar o que o Supremo Tribunal Federal (STF) deliberou com relação aos Estados e Municípios estarem autorizados a comprar vacinas. E isso sendo concretizado, que a gente possa priorizar no estado a vacinação do nosso povo”. Para o deputado, só a partir dessa possibilidade e perspectiva é possível discutir e planejar a volta de atividades indispensáveis a todos como da segurança, da educação e do trabalho informal, entre outras. “Precisamos conclamar autoridades, instituições e a todos no estado para colocar a vida em primeiro lugar, sem omitir a preocupação como a de possível déficit na educação pela não volta às aulas presenciais. Mas é preciso preocupar-se com a saúde e vida dos profissionais da educação, dos alunos e dos pais em casa”, argumentou voltando a reforçar seu posicionamento contrário a volta às aulas sem a vacinação de toda comunidade escolar, e mesmo, de toda população. O deputado propôs que haja um mutirão para sensibilizar o governo federal, com a decisão do STF e a elaboração de uma lei estadual criando um programa que assegure com agilidade a vacinação da população no todo. E alertou para o registro de que Rondônia já é o segundo estado em número de contágios pela nova variante do vírus. “Deixo esse alerta para que a gente discuta a volta dos alunos à escola, porém a gente priorize a vida, priorize o emprego dos muitos pais e mães”. O parlamentar ainda afirmou que “a partir do momento que tivermos toda a população vacinada vamos começar a superar todos as dificuldades e problemas que estamos encontrando em consequência da pandemia, como no atraso escolar, na nossa economia, e em outras áreas e questões que estão prejudicando o trabalhador, o povo”.

EDIÇÃO DE HOJE Nº 118

5c39b923-e1ce-4dea-b7ef-e2e1ee12cdac.jpg
anigif.gif
CONVENIO UNIMED.png
CONVENIO UNIMED.png
ARTE ANUNCIO.jpg
                                                     Notícia Em Destaque