Brasileiros presos com cocaína no Catar podem pegar pena de morte


Acusados de tráfico internacional, dois capixabas e uma paranaense foram presos no começo deste ano no Catar. O governo local divulgou a prisão nas redes sociais de Hosana Martinelli Porpino e Loanys José Goobl Alvarenta, do Espírito Santo e Francini Zanco, do Paraná, conforme apuração do portal A Gazeta.

O problema é que para este tipo de crime a legislação do país prevê até pena de morte. A prisão foi realizada no último mês de janeiro após a polícia local apreender cerca de 10 kg de cocaína com o trio.

A droga seria levada para a Tailândia, mas o plano foi descoberto depois que o avião em que os três brasileiros estavam fez um escala no Catar.

No Brasil, a Polícia Federal do Espírito Santo iniciou uma investigação para apurar se existe uma quadrilha atuando no estado.

Fonte; IstoÉ

                                                     Notícia Em Destaque                                                     

EDIÇÃO DE HOJE Nº 118

121192447_2812561702348776_7365130888151
56422362_2285627121709462_41902581880518
ARTE ANUNCIO.jpg
CONVENIO UNIMED.png
ARTE ANUNCIO.jpg