Presidente de Câmara Municipal em Rondônia tem nude viralizado


É de Itapuã do Oeste, município situado a 100 quilômetros da capital de Rondônia, uma foto que viralizou na semana. Trata-se de um nude do presidente da Câmara dos Vereadores, Itamar José Félix (MDB). Por motivos óbvios vamos colocar uma tarja preta sobre o dito cujo. A redação do Rio Urgente tentou entrar em contato com o vereador , mas a atendente disse que ele não estava. Estamos aguardando o contato do Don Juan de Itapuã.

Outros casos

Esse caso não é o primeiro envolvendo vazamento de, digamos, momentos íntimos de autoridades. Um escândalo deixou a cidade de Rolândia, na Região Metropolitana de Londrina (PR), de cabelo em pé. Isso porque um vídeo íntimo de Eugênio Serpeloni, presidente da Câmara Municipal de Rolândia, na Região Metropolitana de Londrina, vazou em grupos de WhatsApp e causou reboliço. Nas imagens, é possível ver o vereador se masturbando e colocando a língua para fora.

Segundo o site 24horas, na segunda-feira (11/3), o vereador disse que teve o celular clonado e que o vídeo acabou sendo repassado para outras pessoas. Eugênio afirmou ainda que fez um boletim de ocorrência na polícia e quer a investigação do caso.

Em nota, o político afirmou que o vídeo foi feito em momento íntimo pessoal, sem vínculo com a Câmara de Rolândia. Além disso, não compartilhou ou autorizou a divulgação das imagens e que irá dotar as medidas legais cabíveis para identificar quem divulgou as imagens.

No entanto, o vídeo vazado pode causar mais dor de cabeça para o vereador. Logo depois da divulgação do caso, o deputado federal Boca Aberta e o deputado estadual Boca Aberta Jr, que é filho de Boca Aberta, pediram a cassação do mandato de Eugênio Serpeloni. No documento, eles acusam o político de quebra de decoro parlamentar.

“Tal conduta é nojenta, abjeta, repugnante, extremamente reprovável e não condiz com a conduta de um home de família, de caráter, moral e bons costumes e, certamente, humilha a Câmara de Vereadores de Rolândia (…) Quanta vergonha!”, diz o pedido de cassação. Eugênio não se pronunciou sobre o pedido de cassação.

Mais um caso

A Câmara de Guapiara (SP) decidiu cassar por unanimidade o mandato do vereador João Egidio Mendonça Teixeira (PSD) durante sessão extraordinária, na noite desta quarta-feira (17). João Egidio é investigado desde 14 de outubro do ano passado por uma Comissão Processante (CP) por enviar fotos com conteúdo pornográfico do banheiro da Câmara Municipal para duas mulheres durante o expediente.

Fonte: Rio Urgente


EDIÇÃO DE HOJE Nº 118

5c39b923-e1ce-4dea-b7ef-e2e1ee12cdac.jpg
56422362_2285627121709462_41902581880518
d1e1841c-2d85-458a-bd16-3f434b913cc6.jpg
                                                     Notícia Em Destaque                                                     
CONVENIO UNIMED.png
ARTE ANUNCIO.jpg