Por falta de alguns documentos e contrapartida, prefeitura de Alta Floresta do Oeste perde mais de 0


Muitos prefeitos e vereadores lutam e mendigam recursos para que seja investido nos municípios, mas muitos deles não possuem equipe competentes para tal planejamento e execução de seus projetos, o caso mais recente é o Município de Alta Floresta do oeste, o mesmo perdeu um recurso de mais de R$3.000.000,00.

O recurso de pouco mais de 3 milhões, foi destinado pelo então Senador Ivo Cassol, e ainda no ano de 2017, o recurso foi empenhado e estava à espera do complemento dos projetos e execuções.

O recurso se deu como perdido por completo no último dia 06/05, os recursos tinham como destino a construção de uma ponte no centro da cidade no valor de pouco mais de R$2.200.000,00 e mais R$1.100,000,00 para a urbanização de um igarapé, também no centro da cidade.

O executivo fez todos os projetos e apresentou ao Calha Norte, de onde o recurso foi alocado pelo então senador Ivo Cassol, portanto o projeto envolvendo a obra da ponte, a prefeitura deveria ter anexado alguns outros documentos ao projeto e não foi feito, já na obra de urbanização do Igarapé, o prefeito Carlos Borges da Silva se comprometeu em realizar a revitalização das margens do Igarapé como forma de contrapartida para que o mesmo estive apto a receber a obra de urbanização, tal feito também não foi feito pela prefeitura.

As informações da perda dos recursos foram informadas pelo gabinete da agora Deputada Federal Jaqueline Cassol e comentada pelo vereador Valvique na ultima sessão ordinária da câmara municipal de Alta Floresta.

O vereador Valvique disse também em tribuna, que outro recurso do ex-deputado federal Luiz Claudio também foi perdido, o recurso tinha como finalidade a de realizar o recapeamento do asfalto da cidade.

O vereador Reinaldo saiu em defesa do prefeito, informando que no caso da Ponte, faltava o serviço de topografia e outros itens, sendo licitada por três vezes e na última, uma empresa de Mina Gerais teria ganhado a licitação, mas a mesma não cumpriu a ordem de serviço, já no quesito da urbanização do Igarapé, o vereador explicou que o município não tinha dinheiro em caixa para a realização da revitalização.

Em seguida o vereador Valvique rebateu as informações do vereador Reinaldo, informando que os problemas não são as que o mesmo tentou explanar, confira na integra:

Do Planeta Folha (Cristiano Lira)


c2c9063e-ef01-4b45-89ef-a4f835f274c0.jpg
934b0fec-b165-406b-bf07-01ae73250ec7.jpg
24174133_1944909432494834_4108635420390726574_n.jpg
2022 dom.jpg
                                                     Notícia Em Destaque                                                     
be27f0c5-4fa9-41c5-98a8-9ac5c645f951.jpg
AUITSMO corrigido 300X250.png
e7fecd30-2a15-4427-b13c-ff7239795fb9.jpg
EUCATUR.jpg
a0b9d943-d73d-4b47-880b-58c1c18c75f1.jpg
6e52628e-9cfa-4231-88ed-162c493c3769.jpg
d2ea8d0f-0c5c-4bf3-860d-af688e0bcf0d.jpg
anuncio TERRAFORTE.jpg
a05d55d4-665c-4af4-b7f1-6e740d661e27.jpg
5bb1e9a9-b366-4571-9ff5-9b2272c77dc5.jpg