Jhony Paixão apresenta projetos de Lei e indicações com benfeitorias para educação de Rondônia


Um dos projetos defende conscientização dos alunos em relação aos problemas provocados em ambientes sócios digitais

Com a finalidade de desenvolver ações e assegurar políticas públicas que promovam avanços na área de educação, o deputado Jhony Paixão (PRB), apresentou o projeto de Lei que autoriza o Poder Executivo do Estado a promover inclusão do tema “Educação Sócio Digital”, como tema transversal e especial, no currículo do Ensino Fundamental e Médio, junto as escolas estaduais de Rondônia.

Segundo Paixão, o objetivo do seu projeto é garantir que as escolas públicas estaduais abordem com seus alunos, a utilização da internet como meio de interação social e produção de conhecimento, para que eles tenham conscientização dos problemas provocados nos ambientes sócio digitais, tais como notícias falsas, correntes que estimulem práticas maléficas à saúde e sociedade, divulgação de conteúdo íntimo de outras pessoas e jogos sociais que influenciem seus participantes a realizarem atos contra sua própria saúde ou de outrem.

“Para evitar a propagação de ações e jogos negativos, o Poder Públicos através da Seduc deve promover palestras e discussões com pais, alunos e educadores. Não estamos pedindo a inclusão de uma nova disciplina, e sim de tema especial e transversal que pode ser trabalhado em diversas disciplinas”, justifica.

Educação Empreendedora

O deputado também apresentou o projeto de Lei que “Autoriza o Executivo a instituir Política Estadual de Educação Empreendedora, a ser desenvolvida no âmbito das escolas estaduais de nível médio de Rondônia.

Segundo Jhony, o projeto pode ser aplicado de duas formas: como disciplina obrigatória ou pelo projeto transversal. “Nossa proposta é que a norma deverá ser implementada no formato transversal, e todos os alunos das escolas estaduais de nível médio irão aprender sobre empreendedorismo dentro do conteúdo de todas as disciplinas”, destaca.

Indicações

O parlamentar encaminhou ainda para a Seduc, a necessidade de disponibilizar Kit de Robótica ao Instituto Estadual de Educação Abaitará, localizado no município de Pimenta Bueno. “Nossa intenção é oferecer um ambiente escolar com as condições adequadas aos alunos e fortalecer a metodologia de ensino dada aos mesmo”, aponta.

A escola Estadual Benno Prediger, localizada no município de Ji-Paraná, também entrou na lista de solicitações do deputado. Defensor da militarização das escolas, Jhony aponta que a unidade deveria implementar o método de ensino militar, tendo como referência as avaliações positivas de outras escolas. “As famílias veem as escolas militarizadas como locais em que seus filhos estão seguros, protegidos da marginalidade e das drogas, e onde aprenderão não somente aquilo que é próprio das escolas ensinarem, mas também, disciplina, obediência, respeito à hierarquia entre outros”, finaliza.

Texto: Laila Moraes - DECOM/ALE

Foto: José Hilde


14c23045-9b95-458a-9656-0490a77f1c2c.jpg
EUCATUR.jpg
a0b9d943-d73d-4b47-880b-58c1c18c75f1.jpg
c2c9063e-ef01-4b45-89ef-a4f835f274c0.jpg
934b0fec-b165-406b-bf07-01ae73250ec7.jpg
24174133_1944909432494834_4108635420390726574_n.jpg
2022 dom.jpg
                                                     Notícia Em Destaque                                                     
be27f0c5-4fa9-41c5-98a8-9ac5c645f951.jpg
6e52628e-9cfa-4231-88ed-162c493c3769.jpg
d2ea8d0f-0c5c-4bf3-860d-af688e0bcf0d.jpg
anuncio TERRAFORTE.jpg
a05d55d4-665c-4af4-b7f1-6e740d661e27.jpg
5bb1e9a9-b366-4571-9ff5-9b2272c77dc5.jpg