Aterros sanitários transformam cenários urbanos em Rondônia


O descarte inadequado de resíduos sólidos não é somente uma preocupação local ou de algumas instituições, mas sim um problema generalizado que ano após ano vai se agravando sem que o nosso sistema político administrativo consiga resolver de maneira ágil.

Entretanto, uma solução bastante eficaz inclusive com benefícios sociais e ambientais é a construção de aterros sanitários que solucionam grande parte dos problemas causados pelo excesso de lixo produzido pelo ser humano.

Em Rondônia a MFM Soluções Ambientais já está mudando o cenário de descartes de resíduos a céu aberto os temidos lixões, para uma realidade que oferece melhor qualidade de vida para os moradores de Vilhena, Cacoal e em breve Ji-Paraná, por meio da instalação de aterros sanitários.

Os aterros são considerados pelas organizações de proteção ao meio ambiente e outras instituições, como a melhor maneira para destinação final do lixo que a população urbana descarta, por seguir normas de segurança com padrões bem rígidos no que diz respeito à contaminação do solo, da água e do ar.

Nesse caso, a MFM tem um diferencial de excelência que atesta o cuidado da empresa com o meio ambiente que é a implantação do ETE – Estação de Tratamento de Efluentes.

Isso demonstra a seriedade da empresa e o seu comprometimento com a saúde e o bem estar da população do estado de Rondônia.

Assessoria MFM


c2c9063e-ef01-4b45-89ef-a4f835f274c0.jpg
934b0fec-b165-406b-bf07-01ae73250ec7.jpg
24174133_1944909432494834_4108635420390726574_n.jpg
2022 dom.jpg
                                                     Notícia Em Destaque                                                     
be27f0c5-4fa9-41c5-98a8-9ac5c645f951.jpg
AUITSMO corrigido 300X250.png
e7fecd30-2a15-4427-b13c-ff7239795fb9.jpg
EUCATUR.jpg
a0b9d943-d73d-4b47-880b-58c1c18c75f1.jpg
6e52628e-9cfa-4231-88ed-162c493c3769.jpg
d2ea8d0f-0c5c-4bf3-860d-af688e0bcf0d.jpg
anuncio TERRAFORTE.jpg
a05d55d4-665c-4af4-b7f1-6e740d661e27.jpg
5bb1e9a9-b366-4571-9ff5-9b2272c77dc5.jpg