Pais fazem fila em busca de vagas, em Ji-Paraná


O período de novas matrículas teve início ontem e muitos não conseguiram êxito.

Pais acampam em quadra em busca por vagas desde a última semana em Ji-Paraná. – Foto: J. Nogueira

Mais de 50 pais e/ou responsáveis por menores adolescentes dormiram entre a noite da última quinta-feira (3) até a madrugada de ontem (7), em busca de vagas na escola estadual Tiradentes/4, em Ji-Paraná. O período de novas matrículas teve início nesta semana e muitos não conseguiram êxito, ficando na chamada lista de espera, em caso de alguma desistência, informou ao Diário da Amazônia o 1º tenente PM José Marcelo, diretor interino da unidade de ensino.

Criada no ano passado através de Lei Estadual, a escola Tiradentes/4 já é considerada a mais disciplinada do município, em decorrência de contar com a parceria da Polícia Militar. Este ano, muitos pais decidiram assegurar vagas para seus filhos, acampando no pátio externo da unidade, mais precisamente pela rua T-1. Em decorrência da Feira do Júlio Guerra, como é mais conhecida, a direção do estabelecimento decidiu ceder a quadra de esportes para pais pernoitarem.

A educadora Franciele Franco, do bairro São Pedro (Segundo Distrito), foi uma das primeiras a chegar, ainda no início da noite de quinta-feira. Ela buscava vaga para filho na 8ª Série, residente na cidade de Vale do Anari. “A fama da escola é ótima em especial, na questão disciplinar. Por isso, essa opção de trazê-lo para Ji-Paraná”, justificou. Outra que guardou vaga na fila foi Patrícia Barros do bairro Nova Brasília (Segundo Distrito), com esperança de conseguir uma vaga no 1º ano do Ensino Médio. Já o comerciário Fabiano Gonzaga chegou na quadra da escola no último domingo (6) tentando matricular o filho no 9º ano do Ensino Fundamental. Ele é residente no bairro Dom Bosco.

De acordo com o diretor interino da Tiradentes/4 (escola militarizada), até esta segunda-feira, havia vagas para as seguintes séries para alunos procedentes de outras escolas da Rede Estadual: 6º Ano (67 vagas), 9º Ano (11), 2º Ano (11) e 3º Ano (2 vagas). Para alunos procedentes da rede municipal de ensino: 6º Ano (67 vagas), 9º Ano (11), 2º Ano (11) e 3º Ano (2 vagas). Já não havia mais vagas para o 1º, 7º e 8º Ano. “Estamos criando uma lista de espera no caso se ocorrer alguma desistência”, esclareceu José Lima.

Por J. Nogueira

Diariodaamazonia


c2c9063e-ef01-4b45-89ef-a4f835f274c0.jpg
934b0fec-b165-406b-bf07-01ae73250ec7.jpg
24174133_1944909432494834_4108635420390726574_n.jpg
2022 dom.jpg
                                                     Notícia Em Destaque                                                     
be27f0c5-4fa9-41c5-98a8-9ac5c645f951.jpg
AUITSMO corrigido 300X250.png
e7fecd30-2a15-4427-b13c-ff7239795fb9.jpg
EUCATUR.jpg
a0b9d943-d73d-4b47-880b-58c1c18c75f1.jpg
6e52628e-9cfa-4231-88ed-162c493c3769.jpg
d2ea8d0f-0c5c-4bf3-860d-af688e0bcf0d.jpg
anuncio TERRAFORTE.jpg
a05d55d4-665c-4af4-b7f1-6e740d661e27.jpg
5bb1e9a9-b366-4571-9ff5-9b2272c77dc5.jpg