Adelino Follador cobra ações do Procon para fiscalizar redução do preço de combustíveis


Na sessão ordinária desta terça-feira (28), o deputado Adelino Follador (DEM) demonstrou preocupação sobre um tema que está ligado de forma direta com a maioria da população, que é o preço da gasolina.

Em uma reunião extraordinária na manhã de hoje (28), da Comissão de Defesa ao Consumidor, o parlamentar sugeriu que o Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), seja acionado para fiscalizar os postos de combustíveis. “Na hora do aumento há uma agilidade para subir o preço e agora com a redução anunciada, vemos uma lentidão ou a baixa esperada dos preços inexistente”, disse Follador.

“A queda do valor anunciada nas refinarias de 27% não acontece nas bombas com a desculpa que o estoque do posto é antigo, mas se fosse para aumentar sabemos que nesta hora não há estoque”, completou criticando esta postura por parte dos postos de combustíveis. “Está virando uma novela para reduzir os preços e a população é que paga por isto” enfatizou Adelino.

A Petrobrás tem a política de preços com base em dólares e essa atualização tem que ser imediata, argumentou o deputado. “Que seja penalizado quem não cumpriu a redução e espero que até semana que vem tenhamos uma resposta visível sobre o que esta sendo feito”, falou Follador, que finalizou sugerindo a Polícia Federal, que assuma a fiscalização dos postos de combustíveis.

ALE/RO - DECOM - Santiago Roa

Foto: Gilmar de Jesus


EDIÇÃO DE HOJE Nº 118

5c39b923-e1ce-4dea-b7ef-e2e1ee12cdac.jpg
56422362_2285627121709462_41902581880518
d1e1841c-2d85-458a-bd16-3f434b913cc6.jpg
                                                     Notícia Em Destaque                                                     
CONVENIO UNIMED.png
ARTE ANUNCIO.jpg