Deputado Léo Moraes reclama que ninguém quer ele


Segundo o parlamentar, os partidos estão fechando as portas para impedir coligações com o Podemos devido ao receio de fortalecer seu nome. Com dificuldade de formar alianças, Léo pode ser candidato à reeleição, mas alguns partidos vêm nele o candidato ideal a vice-governador.

Porto Velho, Rondônia - O deputado estadual Léo Moraes, presidente regional do Podemos, queixou-se no Facebook que nenhum outro partido quer coligar com o seu para a disputa eleitoral deste ano.

Segundo o parlamentar, os partidos estão fechando as portas para impedir coligações com o Podemos devido ao receio de fortalecer seu nome.

Para ser candidato a deputado federal, Léo Moraes precisa fechar uma coligação que possibilite atingir o coeficiente eleitoral, ou seja, os partidos que integrarem esta possível aliança teriam de obter, no mínimo, 110 mil votos ( tendo como base a última eleição) para poder ter a chance de mandar um federal para Brasília, no caso, o próprio Léo Moraes.

Ocorre que as lideranças políticas que encabeçam os demais partidos temem justamente isto, que uma aliança com Léo Moraes possibilite a vitória do parlamentar estadual, deixando-as de fora da Câmara. No caso, estas lideranças seriam apenas “escadinhas” para o presidente do Podemos. Seus votos serviriam para eleger Léo Moraes.

Na eleição de 2004, quem enfrentou situação semelhante foi o ex-vereador Guilherme Erse Moreira Mendes, então filiado ao PL, presidido pelo pai de Léo, o ex-deputado Paulo Moraes, já falecido.

Naquela época, Guilherme disputaria a reeleição, mas Paulo Moraes o deixou de fora da nominata receando que este tivesse mais votos do que a mãe de Léo Moraes, a então vereadora Sandra Moraes, que se reelegeu. Guilherme ficou de fora da disputa.

CANDIDATO A VICE-GOVERNADOR

Com dificuldade de formar alianças, Léo pode ser candidato à reeleição, mas alguns partidos vêm nele o candidato ideal a vice-governador. O PSDB de Expedito Júnior é uma destas legendas que cortejam o parlamentar para que este saia como candidato a vice na chapa encabeçada pelo tucano.

Outro que também gostaria de tê-lo como vice é o pré-candidato do MDB ao Governo, deputado estadual Maurão de Carvalho.

O senador Acir Gurgacz, do PDT, que também se apresenta como pré-candidato ao Governo, gostaria de ter Léo Moraes como vice.

Léo Moraes teve 79 mil votos para a Prefeitura de Porto Velho na eleição de 2016, perdendo no segundo turno para o então candidato Hildon Chaves (PSDB), que obteve mais de 148 mil votos.

Leia a postagem de Léo Moraes no Facebook:

Meus amigos, desde o lançamento e crescimento da minha pré-candidatura à Deputado Federal, grupos políticos de Rondônia tramam para fechar portas e tentar impedir coligações com receio de fortalecer o meu nome. Mais uma vez, a velha política não se conforma em ser renovada. Essa é uma prática antiga, ultrapassada e suja, que quer a todo custo prejudicar novos candidatos, preservando seus cargos políticos. Nós sabemos que o que é bom deve ser mantido, porém sou movido a desafios e acredito que devemos lutar pela mudança e pela reforma política. A nossa bancada em Brasília precisa ser renovada para que Rondônia avance de verdade, representando a nossa gente! Vamos reformular o que está errado e valorizar as boas práticas! Vocês estão comigo? #ReformaPolítica #RenovaCongresso #Justiça #Transparência #OtrabalhoNãoPara

Tudorondonia


c2c9063e-ef01-4b45-89ef-a4f835f274c0.jpg
934b0fec-b165-406b-bf07-01ae73250ec7.jpg
24174133_1944909432494834_4108635420390726574_n.jpg
2022 dom.jpg
                                                     Notícia Em Destaque                                                     
be27f0c5-4fa9-41c5-98a8-9ac5c645f951.jpg
AUITSMO corrigido 300X250.png
e7fecd30-2a15-4427-b13c-ff7239795fb9.jpg
EUCATUR.jpg
a0b9d943-d73d-4b47-880b-58c1c18c75f1.jpg
6e52628e-9cfa-4231-88ed-162c493c3769.jpg
d2ea8d0f-0c5c-4bf3-860d-af688e0bcf0d.jpg
anuncio TERRAFORTE.jpg
a05d55d4-665c-4af4-b7f1-6e740d661e27.jpg
5bb1e9a9-b366-4571-9ff5-9b2272c77dc5.jpg