Saúde pública de Rondônia avança, concessionárias iniciam dosagem de flúor nos sistemas de tratament


Para promoção da saúde pública e desenvolvimento sustentável, às Estações de Tratamento de Água dos municípios de Ariquemes, Rolim de Moura e Pimenta Bueno, começaram a adicionar flúor na água para abastecimento público.

Para promoção da saúde pública e desenvolvimento sustentável, às Estações de Tratamento de Água dos municípios de Ariquemes, Rolim de Moura e Pimenta Bueno, começaram a adicionar flúor na água para abastecimento público. A ação, em Rolim de Moura iniciou este mês, nos municípios de Ariquemes e Pimenta Bueno em janeiro, atendendo os parâmetros indicados na Portaria Consolidada nº 05, publicada em 28 de setembro de 2017 pelo Ministério da Saúde, onde o teor ideal de flúor é de 0,7 mg/l (miligramas por litro), podendo variar entre 0,6 e 0,8 mg/l. Este é o método coletivo mais eficiente para o controle e prevenção da cárie dentária.

Com a iniciativa das concessionárias, Rondônia começa a fazer parte do ranking dos estados que realizam implantação e monitoramento da dosagem de flúor nos sistemas de tratamento e abastecimento de água. De acordo com o parecer técnico cientifico do Ministério da Saúde, a fluoretação possibilita uma redução em até 65% de incidentes de cárie, que se realizada de modo continuo e regular, reflete positivamente na propagação da saúde dos munícipes que são atendidos com água tratada.

Para a odontóloga, Karla Cruz Coutinho, o benefício será para todos, principalmente na saúde bucal das crianças que estão na fase da primeira e segunda dentição, uma vez que o processo de higienização não é tão repetitivo nesta faixa etária. “A cárie é um dos indicadores da falta de atenção à saúde, são inúmeros os atendimentos de doenças oriundas da má higienização bucal, que tem como base a formação de cárie. Além da escovação, vou incentivar aos meus pacientes a tomaram muita água”.

Segundo, ainda Coutinho, “a médio prazo os benefícios serão visíveis, muitos não imaginam a importância e o privilégio de fazerem uso da água tratada e agora com dosagem certa de flúor”, ressaltou.

“As projeções para a saúde pública de Rondônia são positivas, saneamento básico tende a se estabelecer no Estado, atualmente mais famílias estão tendo acesso a rede de abastecimento com água potável. Nosso compromisso é com a saúde, melhorando a qualidade de vida da população”, afirmou o diretor-presidente da Aegea Saneamento de Rondônia, Themis de Oliveira.

MELHORA DOS ÍNDICES - Nos municípios que são administrados pela Aegea Saneamento de Rondônia, empresa responsável pelos sistemas de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto o desenvolvimento sustentável já pode ser percebido. Nos últimos anos os investimentos em obras e melhorias proporcionaram um aumento considerável na rede de distribuição de água, hoje as cidades de Ariquemes com 87%, Buritis 33%, Pimenta Bueno 97%, Rolim de Moura 82% da população recebem água tratada com qualidade e regularidade.

Assessoria


c2c9063e-ef01-4b45-89ef-a4f835f274c0.jpg
934b0fec-b165-406b-bf07-01ae73250ec7.jpg
24174133_1944909432494834_4108635420390726574_n.jpg
2022 dom.jpg
                                                     Notícia Em Destaque                                                     
be27f0c5-4fa9-41c5-98a8-9ac5c645f951.jpg
AUITSMO corrigido 300X250.png
e7fecd30-2a15-4427-b13c-ff7239795fb9.jpg
EUCATUR.jpg
a0b9d943-d73d-4b47-880b-58c1c18c75f1.jpg
6e52628e-9cfa-4231-88ed-162c493c3769.jpg
d2ea8d0f-0c5c-4bf3-860d-af688e0bcf0d.jpg
anuncio TERRAFORTE.jpg
a05d55d4-665c-4af4-b7f1-6e740d661e27.jpg
5bb1e9a9-b366-4571-9ff5-9b2272c77dc5.jpg