Vereadores trocam farpas e acusações durante sessão da Câmara


Durante os discursos dos vereadores na sessão ordinária da câmara de Cacoal nesta segunda-feira, 02, ficou evidente um embate entre alguns parlamentares. Na fala do vereador Jabá Moreira foi colocado para a presidência da Casa de Leis um pedido que seria protocolado nesta terça, 03, para a avaliação da conduta de três vereadores que teriam, de acordo com o parlamentar, perseguido e coagido o funcionário da Secretaria de Obras, o senhor José Antônio Correia, que na administração municipal passada foi o braço direito do vereador Jabá quando assumiu por um período a secretaria de Obras do município além de também ter exercido a função de secretário.

De acordo com o parlamentar Jabá, os três vereadores teriam colocado o funcionário sem nenhum motivo ou autoridade competente em uma sala onde por 02 horas e 10 minutos teriam feito inúmeros questionamentos sobre as ações da secretaria no período em que Jabá era secretário.

Jabá Moreira solicitou que o código de ética da casa de leis fosse exercido sobre os vereadores que teriam feito a ação contra o servidor e classificou como “perseguição” ao funcionário e que iria registrar no gabinete do presidente da câmara esta solicitação. O parlamentar, entretanto não mencionou nomes durante seu discurso.

Em outro momento, o vereador Rogerinho, em seu discurso, abriu o jogo e se colocou como sendo um dos três vereadores que fizeram a interpelação ao servidor. “Nosso trabalho não só fiscalizar o que acontece nesta administração mas sim em todas. Queremos saber sobre as denúncias de pagamento de cimento que não foi feito obra, tanque financiado no nome de servidor que está em cima de caminhão da prefeitura, e outras situações”, afirmou Rogerinho e ainda disse que tudo o que foi apurado esta sendo protocolado junto ao Ministério Público para que tomem as medidas cabíveis sobre os fatos apontados.

As farpas entre os dois vereadores não é de agora. Nas primeiras sessões deste ano já houve apontamentos feitos na tribuna em que Jabá afirmou que o vereador Rogerinho o havia ameaçado dizendo que quebraria as duas pernas do edil. Em outros momentos o vereador Rogerinho rebateu afirmando más condutas alheias com indiretas durante discursos posteriores.

  • Fonte: Marcelo Nery - DRT 1081/RO


Bannerweb_SOBREVIVENTE_ALERO_970x250.gif
934b0fec-b165-406b-bf07-01ae73250ec7.jpg
24174133_1944909432494834_4108635420390726574_n.jpg
2022 dom.jpg
                                                     Notícia Em Destaque                                                     
be27f0c5-4fa9-41c5-98a8-9ac5c645f951.jpg
a0b9d943-d73d-4b47-880b-58c1c18c75f1.jpg
6e52628e-9cfa-4231-88ed-162c493c3769.jpg
d2ea8d0f-0c5c-4bf3-860d-af688e0bcf0d.jpg
anuncio TERRAFORTE.jpg
a05d55d4-665c-4af4-b7f1-6e740d661e27.jpg
5bb1e9a9-b366-4571-9ff5-9b2272c77dc5.jpg
EUCATUR.jpg
300x2500 (1).png
e7fecd30-2a15-4427-b13c-ff7239795fb9.jpg