Sintero de Pimenta Bueno afirma que greve continua e ações serão intensificadas nesta semana


Passeatas e Pit Stop, estão previstos para esta semana em Pimenta Bueno.

O Sintero local esta conclamando os que ainda não aderiram a greve.

Da Redação

A situação não esta boa pra ninguém, mas para os professores de Rondônia que decidiram manter a greve após assembleias realizadas em todo o estado, pode ficar um tanto pior se as multas de R$ 100 mil diárias forem aplicadas.

Mesmo assim, a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Rondônia (Sintero), Lionilda Simão, “informou que decisão de prosseguir com a greve foi unânime”, conforme divulgação no portal do sindicato na internet.

Sobre a multa, a determinação foi do Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO), após audiência de conciliação realizada na última sexta-feira (16), mas mesmo assim os profissionais seguem em campanha.

Em Pimenta Bueno não é diferente. A responsável pela comunicação em nome da categoria Ana Iris Arrai destacou que a luta vai continuar e afirmou que a categoria esta mais forte, mesmo com a última decisão sendo desfavorável.

Conforme Ana Iris, nesta semana serão intensificadas ações que divulgarão a greve como uma ‘necessidade’. Ana Iris ainda lembra que a greve é o ultimo recurso e que não é intensão do sindicato atrapalhar a vida estudantil de nenhum dos alunos das escolas publicas estaduais e aproveitou para acusar o governo do estado de não cumprir com acordos firmados no ano passado.

Ana Iris já tinha feito declarações importantes no programa de rádio Plantão de Polícia da emissora FM Pimenta Bueno. O programa que vai ao AR AO VIVO das 7h30 as 8h30, é apresentado pelo radialista Nelson Salim Salles que aproveitou para absorver o maior numero de informações possíveis a respeito do movimento que conforme as declarações da entrevista na ocasião, não tem 100% de adesão.

Conclamando os que ainda não aderiram a greve e pais e/ou responsáveis pelos estudantes da rede estadual de ensino, a profissional de educação trata a união à greve como uma questão de consciência.


EDIÇÃO DE HOJE Nº 118

5c39b923-e1ce-4dea-b7ef-e2e1ee12cdac.jpg
anigif.gif
CONVENIO UNIMED.png
CONVENIO UNIMED.png
ARTE ANUNCIO.jpg
                                                     Notícia Em Destaque