Protesto fecha BR-364 entre RO e AC nesta sexta-feira, 2


Congestionamento chega a um quilômetro, segundo Polícia Rodoviária Federal. Trecho interditado dá acesso ao estado do Acre.

Manifestantes que fecharam a BR-364 querem a realocação do distrito de Abunã (Foto: MAB/Divulgação)

A BR-364 está fechada na altura do distrito de Abunã, a aproximadamente 300 quilômetros de Porto Velho (RO). Segundo um dos coordenadores do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), Francisco Kevin da Silva, moradores da comunidade querem que seja cumprida determinação inicial da Agência Nacional de Águas (ANA) de realocação da comunidade de Abunã.

Na tarde desta sexta-feira, o MAB liberou o tráfego de veículos por uma hora, entre 13h e 14h, porém voltou a fechar a rodovia. Segundo os manifestantes, a rodovia só vai ser totalmente liberada após a Energia Sustentável do Brasil (ESBR) marcar uma reunião com o MAB.

A BR foi fechada no perímetro urbano do distrito de Abunã (Foto: MAB/Divulgação)

O protesto começou por volta das quatro da manhã desta sexta-feira (2) próximo à divisa com o estado do Acre. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, cerca de 300 pessoas estão mobilizadas na manifestação e o congestionamento já chega a um quilômetro.

Recentemente a Energia Sustentável do Brasil, responsável pela hidrelétrica de Jirau, conseguiu derrubar uma decisão da Agência Nacional de Água (Ana) que determinava a retirarada de ribeirinhos do Rio Madeira para outra área longe da usina, em Porto Velho.

Em nota, a ESBR informou que "estudos técnicos de alta qualidade, desenvolvidos por consultores independentes e especializados, com base nos monitoramentos realizados na bacia do Rio Madeira, demonstram que não existe a necessidade de relocação da comunidade de Abunã, pois a UHE Jirau não influencia o regime de cheias do Rio Madeira nesta localidade."

A ESBR informou ainda que iniciou o cadastramento socioeconômico em Abunã e que a maioria dos moradores da localidade não tem registro de moradia na região nos últimos anos e que está tomando todas as providências pra anular em definitivo a decisão da Agência Nacional de Águas (ANA), que determina a relocação de Abunã.

A rodovia federal está fechada nos dois sentidos (Foto: MAB/Divulgação)

Por Ana Lídia Daibes, G1 RO


EDIÇÃO DE HOJE Nº 118

5c39b923-e1ce-4dea-b7ef-e2e1ee12cdac.jpg
anigif.gif
serra dourada.gif
CONVENIO UNIMED.png
ARTE ANUNCIO.jpg
                                                     Notícia Em Destaque