PLANETA EM ALERTA!!! LIXO, RESÍDUO, REJEITO… E AGORA, O QUE FAZER?


QUAL O FUTURO ESTAMOS PLANEJANDO PARA AS NOSSAS GERAÇÕES?

É preciso acabar com os chamados “lixões a céu aberto” a disposição final dos resíduos sólidos urbanos de forma incorreta e o uso de agrotóxicos nas áreas rurais vem contribuindo para contaminação e poluição do solo em diversas partes do planeta. O uso indevido do solo e a má gestão dos resíduos urbanos e rurais a cada dia vêm contribuindo para o desaparecimento de animais e uma grande parcela da vegetação do planeta terra. A constante ação humana no meio ambiente tem provocado vários desequilíbrios ambientais, seja afetando os recursos hídricos, o ar atmosférico ou degradando os solos, interferindo diretamente nas relações ecológicas da fauna e flora.

Por ser degradável o solo é um meio bastante afetado pela pressão antrópica, ou seja, “o impacto causado pela ação do homem no planeta”. Sua poluição afeta particularmente o nível superficial da crosta terrestre, camada da biosfera que abriga considerável biodiversidade. Além da vida humana, a superfície a qual vivemos sustenta outras espécies importantes para sobrevivência na terra.

A poluição do solo, dependendo do grau de intensidade, pode causar malefícios irreparáveis tanto à natureza, que responde lentamente aos processos de reparação, quanto à frágil estrutura corporal do homem. Ou seja, sendo o homem o principal agente causador de poluição do planeta, acaba sendo ele mesmo vítima de suas atitudes. Em áreas urbanas o principal problema é a enorme quantidade de lixo lançado sobre a superfície aliada à falta de tratamento, como o lixo doméstico, hospitalares, industriais dentre outras substâncias de elevado nível poluidor, são despejados diariamente na natureza sem o mínimo controle ambiental e sanitário. Substâncias que podem permanecer por muitos anos na terra, comprometendo as futuras gerações gerando um ambiente inadequado para sobrevivência e aumentando os índices de contaminação tanto do ar como da água.

É preciso uma maior conscientização de toda a sociedade, dando a destinação correta aos resíduos sólidos urbanos, garantindo um futuro com mais qualidade de vida para todos.

Lugar de lixo é no aterro.

AROLDO TAVARES

JORNALISTA: DRT Nº 0860


EDIÇÃO DE HOJE Nº 118

5c39b923-e1ce-4dea-b7ef-e2e1ee12cdac.jpg
anigif.gif
CONVENIO UNIMED.png
CONVENIO UNIMED.png
ARTE ANUNCIO.jpg
                                                     Notícia Em Destaque