Mulher tenta renovar CNH e tem documento apreendido após suspeita de falsificação em RO


Servidores perceberam que o documento não havia sido emitido pelo Detran. Mulher disse que não sabia que se tratava de um documento falso.

Caso foi levado à Unisp de Rolim de Moura (Foto: Fernanda Bonilha)

Uma mulher de 36 anos foi conduzida à Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) de Rolim de Moura (RO), município a 402 quilômetros de Porto Velho, após tentar renovar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Ao apresentar o documento antigo, servidores da Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) perceberam que havia indícios de falsicação no mesmo. A mulher disse não saber que se tratava de uma CNH falsa.

Conforme o boletim de ocorrência, os policiais militares foram chamados a comparecer na Ciretran, pois uma mulher estava tentando renovar a CNH. Na ocasião, os servidores perceberam que o documento antigo apresentado não havia sido emitido pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e apresentava indícios de falsificação.

Aos policiais, a mulher contou que estava morando nos Estados Unidos e havia retornado ao Brasil há pouco tempo. Porém, ainda em território norte-americano procurou um escritório que oferecia serviços de despachante a brasileiros. Ela contou ainda que a CNH que estava utilizando havia sido entregue pelos funcionários daquele local. A mulher afirmou que não sabia que se tratava de um documento falso.

A ocorrência de falsidade ideológica foi registrada na Unisp de Rolim de Moura, onde a mulher prestou esclarecimento ao órgão que investiga o caso.

Por Magda Oliveira, G1 Cacoal e Zona da Mata


EDIÇÃO DE HOJE Nº 118

5c39b923-e1ce-4dea-b7ef-e2e1ee12cdac.jpg
anigif.gif
CONVENIO UNIMED.png
CONVENIO UNIMED.png
ARTE ANUNCIO.jpg
                                                     Notícia Em Destaque