Lei Seca flagra 45 pessoas no 1° semestre do ano


Os dados foram divulgados pela Circunscrição Regional de Trânsito de Ji-Paraná.

A Operação Lei Seca desencadeada pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran/RO) em parceria com a Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e órgãos fiscalizadores do trânsito dos municípios, encaminhou no primeiro semestre deste ano, na região Central do Estado, 45 pessoas (condutores) flagradas com sintomas de embriaguez para as delegacias de Polícia Civil, onde as providências foram realizadas e alguns ficando encarcerados. Desse total, quatro foram mulheres.

De acordo com a estatística do órgão, em Ji-Paraná, as blitz (exclusivamente) da Lei Seca foram realizadas nas cidades de Ji-Paraná (19, 12, 5 e 15 de Maio, 2, 17, 23 de Junho e 15 de Julho) Ouro Preto (17 e 30 de Junho e 12 de Maio) e Presidente Médici (26 de Maio). Já o Teste Positivo de Crime Masculino (TPCM) somou 41 condutores com sintomas de embriagues e o TPCF (feminino) com quatro flagrantes.

Foram 466 veículos abordados, sendo 25 automóveis e 47 motocicletas. Já o número de pessoas abordadas foram 339 homens e 74 mulheres. A estatística também mostra que foram recolhidas 79 carteiras de habilitação e 55 Certificados de Registros de Liberação de Veículos (CRLV). Também foram flagrados 44 condutores sem habilitação e outros 11 com o referido documento vencido.

Mais ações

Para o chefe da Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) de Ji-Paraná, Antônio Lira Borges, o resultado mostra a pura necessidade da intensificação da operação Lei Seca na região Central do Estado. Segundo ele, os números do primeiro semestre somente não foram mais crescentes, em decorrência do trabalho de fiscalização ter iniciado apenas a partir do mês de maio. “Acredito que neste segundo semestre os índices irão aumentar bastante. Lamentavelmente, o condutor só acredita que irá cair na fiscalização quando se depara com ela. Precisamos nos conscientizar que álcool e direção não combinam”, concluiu.

Droga

Na última operação Lei Seca, em Ji-Paraná, também ocorreu um flagrante de porte de entorpecente tendo e o acusado foi apresentado na Delegacia de Polícia Civil.

Por J. NogueiraDIÁRIO DA AMAZÔNIA


EDIÇÃO DE HOJE Nº 118

5c39b923-e1ce-4dea-b7ef-e2e1ee12cdac.jpg
anigif.gif
serra dourada.gif
CONVENIO UNIMED.png
ARTE ANUNCIO.jpg
                                                     Notícia Em Destaque