Governo quita salários de julho na sexta-feira


São mais de R$ 200 milhões que irão aquecer a economia de Rondônia neste fim de mês.

Enquanto em Estados mais avançados, como o Rio de Janeiro, os servidores públicos, um total de 205 mil, estão há 43 dias sem receber salários e até o 13º de 2016, em Rondônia, após injetar no mês de junho cerca de R$ 75 milhões com a folha de salário dos servidores e a antecipação da primeira parcela do 13º salário, o governo do Estado pagará mês de julho na próxima sexta-feira, quando serão aplicados mais de R$ 250 milhões no comércio. Os aposentados e pensionistas receberam na última sexta-feira.

Mesmo diante da crise política e financeira que o País atravessa, o governador Confúcio Moura (PMDB) tem cumprido à risca o compromisso com os mais de 54 mil servidores públicos de pagar em dia, conforme a legislação, e dentro do mês trabalhado, uma determinação que tem possibilitado aos servidores manter atualizados também o pagamento de bens e serviços. Somam-se às folhas mensais também valores que são pagos para os seridores em férias, cujo percentual de acréscimo é de um terço do salário mensal; e o pagamento aos fornecedores.

Dois meses

De acordo com a Agência Brasil, com mais de dois meses de atraso, os servidores da Secretaria de Estado de Cultura, entre eles, os funcionários do Theatro Municipal do Rio, receberam integralmente os salários de maio, na última sexta-feira. Mas eles ainda estão sem receber os vencimentos de junho e o 13º salário de 2016.

A Secretaria de Fazenda informou que quase a metade dos servidores estaduais, 204.579 trabalhadores, ainda não receberam integralmente os salários de maio. Quanto ao pagamento de junho, ainda estão sem receber 216.127 servidores, entre ativos, inativos e pensionistas. O Estado deve cerca de R$ 1,06 bilhão aos trabalhadores.

Os servidores da área de saúde receberam apenas R$ 550 relativos ao mês de maio. Estão com os salários de maio e junho em dia os funcionários ativos da área de educação e do Departamento de Ações Socio-Educativas (Degase), além dos servidores ativos, inativos e pensionistas da segurança – incluindo policiais militares e civis, bombeiros, agentes penitenciários e demais funcionários das secretarias de Segurança e Administração Penitenciária e órgãos vinculados. Estão também com os salários de junho em dia, os funcionários ativos da Secretaria de Fazenda e Planejamento e dos ativos, inativos e pensionistas da Procuradoria-Geral do Estado. Estes últimos estão recebendo por força de uma decisão judicial.

Em nota, a Secretaria de Fazenda informou que está dependendo do ingresso de outros recursos em caixa para efetuar novos pagamentos para o funcionalismo público. O Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais está fazendo uma campanha de arrecadação de alimentos para os trabalhadores que estão sem receber. Sábado foram distribuídas 550 cestas básicas aos funcionários públicos estaduais ativos e inativos.

Por Assessoria


CONVENIO UNIMED.png
682a8f16-9535-4ecc-b613-4e0c2a098aad.jpg
be27f0c5-4fa9-41c5-98a8-9ac5c645f951.jpg

EDIÇÃO DE HOJE Nº 118

5c39b923-e1ce-4dea-b7ef-e2e1ee12cdac.jpg
anigif.gif
EUCATUR.jpg
e20bd367-7acc-4475-8da3-9fbc6ec09c2a.jpg
                                                     Notícia Em Destaque