Cai consumo de fralda, iogurte e lâmina de barbear no Brasil; veja ranking


Com crise, brasileiro passou a racionalizar compras e a substituir itens. Pesquisa da Kantar Worldpanel mostra categorias cujas vendas mais caíram e mais cresceram em 1 ano.

Um tempos de "dinheiro curto" e altas taxas de desemprego, o brasileiro passou a racionalizar as compras e a substituir alguns produtos por similares mais baratos ou até mesmo por outras categorias. Pesquisa da Kantar Worldpanel, que monitora 11,3 mil lares (representativos de 53 milhões de domicílios), mostra que a composição do carrinho de compras do brasileiro mudou e que, para incluir novas tendências de consumo na "cesta básica", as famílias passaram a comprar menos ou com menos frequência outros itens tradicionais das prateleiras.

Segundo o levantamento, que analisou 96 categorias de alto giro no período de abril de 2016 a março deste ano, os produtos cujas vendas mais cresceram em unidades no último ano foram: chá líquido (+71%), complemento alimentar (+44%), cappuccino solúvel (+25%), molho para salada (+25%) e água de coco (19%).

Na outra ponta, as maiores quedas foram registradas nas vendas de petit suisse ou queijinhos (-39%), fraldas descartáveis (-28%), iogurte (-15%), lâminas de barbear (-12%) e inseticidas (-11%).

Confira abaixo as 10 categorias cujas vendas mais caíram e as 10 cujas vendas mais cresceram no país, na média geral e por faixa etária:

Por Darlan Alvarenga, G1


9e413106-a9b3-4d57-abde-2b6eb073f5b5.jpg
CONVENIO UNIMED.png
682a8f16-9535-4ecc-b613-4e0c2a098aad.jpg
be27f0c5-4fa9-41c5-98a8-9ac5c645f951.jpg
                                                     Notícia Em Destaque