Lebrão fala sobre negociações para usina binacional e Comissão de Integração


Parlamentar exalta importância dessa parceria e parabeniza alunos de medicina brasileiros

O deputado José Lebrão (PMDB), em sessão nesta terça-feira (14), em justificativa quanto a sua ausência na semana anterior, versou sobre as negociações entre o Estado de Rondônia e departamentos da Bolívia, que pretendem, juntamente com o Brasil, abrir uma Comissão Permanente de Integração Regional e a instalação da primeira usina binacional entre os países.

Segundo o parlamentar, em viagem com o vice-governador Daniel Pereira (PSB) na semana passada ao departamento de Pando, na Bolívia, foram discutidas questões como a implantação de uma usina binacional para os países. “Ela dará condições para implantarmos também as eclusas nas usinas de Santo Antônio e Jirau e teremos o rio Madeira totalmente navegável entre Manaus e Vila Velha da Santíssima Trindade”, afirmou Lebrão.

Em seu discurso, o deputado também falou sobre a implantação de uma Comissão permanente de Integração Regional que permitirá, entre outras questões, um maior desenvolvimento para os departamentos e para Rondônia em áreas como educação, segurança nas fronteiras, cultura e outros. Além do Pando, os departamentos de Beni e Santa Cruz também poderão entrar no acordo.

Lebrão exaltou a importância do senador Acir Gurgacz (PDT-RO) que, desde 2013 auxilia o deputado com os planos para a usina. Ele também agradeceu o apoio do Dr. Neidson (PMN) e elogiou o trabalho do vice-governador pelo bom trabalho. “O vice-governador está de parabéns, principalmente pelo seu trabalho diplomático que nos facilita uma ponte entre ambos os países”, destacou.

O deputado também registrou seus agradecimentos às autoridades da Bolívia e do Peru, principalmente ao governador do departamento do Pando, Luiz Flores, e ao doutor Ludwing Batista, reitor da Universidade Amazônica de Pando, que possui cerca de 90% de estudantes brasileiros estudando. “Nós temos muito orgulho dos nossos alunos e, hoje, graças a universidade do departamento, o Brasil tem sua primeira turma de medicina se formando no Pando”, concluiu o parlamentar.

Autor: Isabela Gomes / ALE


CONVENIO UNIMED.png
682a8f16-9535-4ecc-b613-4e0c2a098aad.jpg
be27f0c5-4fa9-41c5-98a8-9ac5c645f951.jpg

EDIÇÃO DE HOJE Nº 118

5c39b923-e1ce-4dea-b7ef-e2e1ee12cdac.jpg
anigif.gif
EUCATUR.jpg
e20bd367-7acc-4475-8da3-9fbc6ec09c2a.jpg
                                                     Notícia Em Destaque