Mulher mandou amante matar caseiro em Porto Velho; criminoso recebeu promessa de casamento


Joaquim Vieira dos Santos Neto, 28 anos e Ana Maria Moreira, 35 anos confessaram a autoria do assassinato do caseiro Benedito Gilberto Alves da Silva, encontrado morto nesta quarta-feira. Ana era esposa da vítima e tinha com relacionamento amoroso com Joaquim.

Joaquim foi o primeiro a confessar participação no crime, ainda na quarta-feira, quando apresentou-se na Delegacia de Homicídios de Porto Velho. O criminoso acusou Ana de tramar a morte do marido e disse que a mulher prometeu casar com ele. A vítima foi encontrado morta com um tiro na nuca na manhã de quarta-feira, no meio de um pasto de uma propriedade rural no final do bairro Nova Esperança, Zona Norte da Capital. Na manhã desta quinta-feira os policiais realizaram diligências para encontrar Ana e receberam informações que ela estaria no velório do marido. No local ela concordou em ir à Delegacia para prestar esclarecimentos. Ouvida pelo delegado responsável pelas investigações, ela acabou confessando que realmente havia mandado matar o marido, dizendo que não aguentava mais ser espancada. Mesmo após a confissão, ela deve ser liberada por não estar mais em situação de flagrante.


EDIÇÃO DE HOJE Nº 118

5c39b923-e1ce-4dea-b7ef-e2e1ee12cdac.jpg
anigif.gif
serra dourada.gif
CONVENIO UNIMED.png
ARTE ANUNCIO.jpg
                                                     Notícia Em Destaque