Trump diz que reunião com presidente mexicano teria sido infrutífera


O cancelamento do encontro veio após Trump falar que, se o México não concordar em pagar o muro, a visita não seria válida

O presidente americano, Donald Trump, disse nesta quinta-feira (26/1) que a reunião com o contraparte mexicano, Enrique Pena Nieto, prevista para 31 de janeiro - agora cancelada - teria sido "infrutífera" se o México não está disposto a pagar pela construção do muro na fronteira entre os dois países.

"O presidente do México e eu concordamos em cancelar nossa reunião prevista para a semana que vem", disse Trump a legisladores republicanos na Filadélfia.

"A menos que o México vá tratar os Estados Unidos de forma justa e respeitosa, tal reunião seria infrutífera, e eu quero seguir por outro caminho. Eu não tenho escolha", concluiu.

Leia mais notícias em Mundo

Pouco antes, Peña Nieto havia anunciado no Twitter que tinha comunicado à Casa Branca que não compareceria ao encontro.

"Esta manhã informamos à Casa Branca que não assistirei à reunião de trabalho programada para a próxima terça-feira com o @POTUS (presidente dos EUA)", escreveu Peña Nieto em sua conta oficial no Twitter.

Assegurando que o cancelamento do encontro foi uma decisão conjunta, Trump voltou a insistir em que o povo americano não pagaria pelo muro. "Disse claramente ao governo do México", afirmou.

O presidente republicano voltou a criticar duramente o acordo comercial da América do Norte, o TLCAN, considerando que é um "desastre total" para seu país.

Trump assinou na quarta-feira um decreto para iniciar a construção de um muro ao longo da fronteira de 3.200 quilômetros entre os Estados Unidos e o México, uma de suas promessas de campanha mais polêmicas.

#Trumpdizquereuniãocompresidentemexicanoteri

9e413106-a9b3-4d57-abde-2b6eb073f5b5.jpg
CONVENIO UNIMED.png
682a8f16-9535-4ecc-b613-4e0c2a098aad.jpg
be27f0c5-4fa9-41c5-98a8-9ac5c645f951.jpg
                                                     Notícia Em Destaque