103419939_2703858683219079_3930321760858
76eb2f52-4da8-4771-9e29-13908719f04a.jpg

Operação Tamoio II: 8 ocorrências criminais registradas em Rondônia

Porte ilegal de arma de fogo e caça ilegal, receptação de motocicleta, transporte de mercadoria sem nota, três motoristas embriagados, crime ambiental e omissão de socorro foram flagrados pela PRF


Em continuidade às atividades da Operação Tamoio II, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Rondônia registrou nesta quarta-feira (24), 8 ocorrências criminais nas rodovias federais que cortam o estado.

Vilhena


No Cone Sul do estado, uma equipe em patrulhamento tático encontrou dentro de um veículo duas espingardas, uma calibre 28 e outra calibre 32, munições e uma espécime de suíno selvagem. A prática da atividade de caça, seja esportiva ou para subsistência, deve estar de acordo com a lei. Em situações essa, além de responderem por delito previsto na Lei de Armas, os infratores também responderão por crime ambiental.

Também em Vilhena, o motorista de um veículo de passeio, que se envolveu em acidente de trânsito com um ciclista, fugiu sem prestar socorro e terá que se explicar à justiça por dois crimes: omissão de socorro e fuga do local de acidente. Porto Velho


Na capital, um motociclista, abordado na BR 364, próximo à região dos supermercados atacadistas, foi preso (Receptação e adulteração de sinal identificador) por estar em um veículo em que os números do chassi e do motor estavam adulterados. O infrator disse ter comprado a moto por R$ 1.000,00 (mil Reais), sabendo que ela provavelmente era ilegal.

Em patrulhamento ostensivo na área urbana, as equipes de ronda realizaram a prisão de dois motociclistas que dirigiam embriagados. Por conta da pandemia do novo Coronavírus, alguns motoristas têm realizado a conduta imprudente de dirigir depois de beber, acreditando que as fiscalizações de alcoolemia foram suspensas. A PRF não diminuiu o ritmo de suas atividades, adequando procedimentos e permanecendo firme nas fiscalizações, mantendo assim o compromisso social de colaborar ativamente para um trânsito mais seguro.

Já na área dos crimes fiscais, um caminhão que seguia para Humaitá estava carregado de bebidas sem os documentos fiscais necessários. Fiscalizações policiais dessa natureza auxiliam no combate ao roubo de cargas bem como no enfrentamento à comercialização de mercadorias provenientes de atividade criminosa. O caminhão e a mercadoria foram retidos e serão liberados após a comprovação de origem, realizada por meio da apresentação das notas fiscais pertinentes.

Ariquemes

O combate aos crimes ambientais tem apresentado bons resultados na região de Ariquemes. Praticamente todos os dias, policiais rodoviários federais encontram infratores da Lei do Meio Ambiente circulando pelas Brs 364 e 421. No período noturno, um caminhão que transportava ilegalmente quase 55 metros cúbicos de madeira foi apreendido. O motorista responderá criminalmente e a carga foi colocada à disposição da justiça.


O terceiro flagrante de alcoolemia no dia ocorreu em Ariquemes. O motorista de um veículo alugado, que dirigia visivelmente bêbado, foi preso após constatação, por meio do bafômetro, de que a quantidade de álcool em seu organismo era duas vezes maior do que o limite criminal estabelecido por lei.

Nucom.RO

55 visualizações