103419939_2703858683219079_3930321760858
76eb2f52-4da8-4771-9e29-13908719f04a.jpg

Justiça condena jovem que estuprou e matou criança

Jhonatan Nicolas Duarte confessou o crime na época; garota estava sozinha em casa


O jovem Jhonatan Nicolas Duarte, de 21 anos, foi condenado em 21 anos de prisão por matar e estuprar uma menina de 8 anos em Sorriso (420 km de Cuiabá).

O crime ocorreu no dia 18 de julho de 2019. Jhonatan era vizinho da menor, que morava com a mãe e o padrasto. Ele invadiu a casa e cometeu o crime, após notar que a menor estava sozinha.

O processo contra ele corre em segredo de Justiça na 3ª Vara Criminal de Sinop, mas a assessoria de imprensa divulgou o atestado de pena do acusado.

O documento informa que Jhonatan poderá tentar a progressão de regime fechado para o semiaberto somente em 2028. Já o livramento por condicional a partir de 2033.

“As informações constantes neste atestado são extraídas do Sistema Informatizado elaborado a partir de guias de recolhimento e certidões de antecedentes criminais. Estas podem sofrer alterações e não garantem a automática concessão de benefícios, sendo indispensável a análise processual executória de cada caso concreto”, diz trecho do documento.

Estupro e morte

De acordo com a ocorrência, no momento do crime a menor estava sozinha na casa, por volta das 23h, no Bairro São José. Ela havia acabado de entrar para dormir, depois de brincar com amigos da vizinhança.

Jonantan confessou o crime à Polícia Civil. Ele contou que morava nos fundos da casa, entrou no imóvel e foi até o quarto da garota, onde cometeu o estupro.

Em depoimento, ele alegou ter ingerido bebida alcoólica e usado drogas. Ele contou que, quando percebeu que havia matado a criança, parou com o estupro e a cobriu com lençol para que os pais pensassem que ela estava dormindo.

Ao chegar em casa, a mulher disse ter acreditado que a filha tivesse sofrido uma convulsão e a levou no Hospital Regional de Sorriso. No entanto, a menor já chegou sem vida ao local.

Segundo o delegado André Ribeiro, a criança teve o pescoço quebrado e estava com lesões no ânus.

27 visualizações