103419939_2703858683219079_3930321760858
76eb2f52-4da8-4771-9e29-13908719f04a.jpg

“Ninguém aguenta comer peixe moído três vezes por semana”, dizem estudantes


A hora do almoço no Instituto de Educação Lourenço Filho nesta quinta-feira, 21, foi de protesto.

É que como a escola é de tempo integral, os estudantes almoçam na unidade de ensino. E é exatamente o cardápio que motivou o protesto. Segundo os alunos, dos cinco dias de semana, pelo menos em três é sempre o mesmo: peixe moído.

“Estamos fazendo esse protesto porque a maioria dos alunos não comem esse peixe. O que a gente quer é que a Secretaria de Educação entenda que esse peixe é rejeitado pelos estudantes e acaba indo mais da metade para o lixo. Além de fazer com que alguns alunos só comam arroz com feijão, o peixe tá se estragando, o que é um absurdo já que tem tanta gente passando fome. Na semana, o peixe é oferecido três vezes por semana. Queríamos que representantes da SEE viessem aqui para conversar com a gente e entrássemos em um consenso”, diz a estudante Sabrina Araújo.

Os estudantes usaram diversos cartazes, alguns buscaram a criatividade para protestar contra o excesso de peixe no cardápio. A manifestação aconteceu no pátio do Instituto de Educação Lourenço Filho.

O ac24horas aguarda o posicionamento da Secretaria de Educação, Esporte e Cultura.

Fonte: https://www.ac24horas.com/2019/11/21/ninguem-aguenta-comer-peixe-moido-tres-vezes-por-semana-dizem-estudantes-do-ielf/?fbclid=IwAR23Ag6cykaDjyHoYrpyq1mZ1AS5fSN8gO4fpFHB-6AMNvUCwsrLcZpPsIA


4 visualizações