103419939_2703858683219079_3930321760858

Projeto do deputado Lebrão torna obrigatório o ensino de Libras desde a educação infantil


Projeto é para toda a rede estadual de ensino, nas instituições públicas e privadas

O deputado José Lebrão (MDB) teve aprovado o Projeto de Lei 1.115/18 que institui o ensino obrigatório da Língua Brasileira de sinais (Libras) desde a educação infantil até o ensino médio, como disciplina curricular obrigatória para os alunos deficientes matriculados na rede estadual de ensino, das instituições públicas e privadas, estendido aos pais de alunos com deficiência auditiva na instituição.

A Língua Portuguesa é muito importante para o cidadão sendo a Libras de fundamental importância ao surdo. É reconhecida por meio de Lei Federal 10.436/2002 e normatiza os símbolos, gestos e compreensões que os surdos utilizam no dia a dia.

O poder público poderá, através da aprovação da lei, universalizar o ensino da Libras abrindo um leque de oportunidades de inclusão, seja na rede de ensino, como no mercado de trabalho, tanto aos intérpretes da língua como para as pessoas surdas, que serão alfabetizadas e poderão seguir seus estudos em uma escola normal.

Lebrão enfatiza que enquanto parlamentar precisa sempre contribuir para uma sociedade mais justa e menos desigual. Por isso, a universalização do ensino vai possibilitar uma melhor comunicação e interação entre os surdos em variados ambientes da sociedade, “afinal, são consumidores de produtos e serviços e os estabelecimentos públicos e privados também precisam se preparar para recebê-los”, enfatizou o parlamentar.

O ensino da Libras para alunos e pais, no ambiente escolar, vai proporcionar além da democratização e inclusão do ensino, “um aprendizado mais prazeroso e acima de tudo humanizado para aqueles que necessitam” concluiu Lebrão.

Foto: Gilmar de Jesus


0 visualização