103419939_2703858683219079_3930321760858

Professores e acadêmicos de Porto Velho visitam a Estação de Tratamento de Água de Ariquemes


Com o intuito proporcionar novas linhas de pesquisas e incentivar a comunidade acadêmica em ter uma vivência prática para os estudos, neste mês, estudantes dos cursos de Engenharia Civil, Elétrica, Ambiental e Sanitária da Faculdade UNIRON de Porto Velho conheceram as instalações da Estação de Tratamento de Água – ETA Rio Jamari.

A iniciativa apresentou aos 44 participantes como é o funcionamento dos sistemas de captação, fases que compõe o tratamento e distribuição de água no município de Ariquemes. No laboratório de monitoramento da qualidade da água, os acadêmicos conheceram os equipamentos de análises, multiparâmetros, que apresentam os resultados em tempo real de todo o processo de tratamento, assegurando confiabilidade e rastreabilidade nos resultados.

Durante a visita técnica, conduzida pelo engenheiro sanitarista e ambiental da Águas de Ariquemes, Guilherme Giacometi, os alunos esclareceram suas dúvidas quanto ao processo de tratamento e aos desafios do saneamento em cada área das engenharias, contextualizando sua aplicabilidade no dia a dia das pessoas.

A ação faz parte do Programa Portas Abertas desenvolvido pela concessionária, que já recebeu mais de 2 mil visitas, entre instituições de ensino, órgãos públicos e líderes comunitários.

O responsável pelos programas sócios ambientais da Águas de Ariquemes, Diecson do Prado, a iniciativa reforça a integração entre a empresa e os visitantes por meio do programa. “Para nós da concessionária é uma satisfação promover conhecimento técnico e prático na vida acadêmica destes alunos. E principalmente por virem de outro município, nesta visita eles entenderam como estamos proporcionando mais qualidade de vida, dignidade aos moradores de Ariquemes”.

Para o professor Wilton Ferreira de Azevedo, é uma ótima oportunidade para carreira acadêmica e crescimento profissional dos alunos. “A Estação de Tratamento de Água de Ariquemes tem sido referência em qualidade e prestação de serviço. Somente quem sofre com a falta de água como nós porto-velhenses, entendemos a importância de um sistema de captação, tratamento e distribuição. O saneamento tem avançado à passos lentos no Estado, é um setor que precisa de constantes investimentos e principalmente profissionais envolvidos com a causa. Os alunos estão muito felizes e voltam cheios de conhecimentos”, afirmou.

“Em todos os municípios poderiam ter estações assim, isso reduziria o número de doenças de veiculação hídricas, trazendo melhora na saúde pública, refletindo direto na economia. Água é um bem essencial, o Estado poderia ter mais celeridade na resolução de questões voltadas ao saneamento básico”, contou a estudante do curso de engenharia ambiental, Valéria Yasmim Barros.

Por meio do Programa Portas Abertas, a Águas de Ariquemes se mantém à disposição para a comunidade estudantil e outros grupos que tiverem interesse em conhecer o tratamento de água e esgoto, mais informações acesse www.aguasdeariquemes.com.br

Assessoria de Comunicação


0 visualização